Apresentação do PowerPoint

January 5, 2018 | Author: Anonymous | Category: N/A
Share Embed Donate


Short Description

CPFL Energia. 12/11/2018. Fleury. 25/10/2018. B2W. 31/10/2018. Energisa. 08/11/2018. Eletrobras. 12/11/2018. Lojas Renne...

Description

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços VISÃO GERAL: A temporada de balanços do 3º tri tem início em duas semanas (na 4ª feira, dia 24); e encerra em meados de novembro. Das empresas compostas pelo índice IBrX 100 -- das quais temos alguma cobertura e/ou estão em nosso radar --espera-se um crescimento de 22% A/A da geração de caixa operacional das cias; e uma alta de 25% A/A no lucro líquido ajustado. Ou seja: continuamos à espera de números, de modo geral, mais positivos para esses próximos balanços. Em nossa visão, por volta de 37% das empresas devem mostrar avanços operacionais (ou financeiros) significantes no 3º tri. Apenas 21% devem divulgar números considerados como “negativos”. O restante, cerca de 42%, esperamos poucas oscilações com relação ao 3º tri de 2017 (isto é, números mais “neutros”). As empresas devem se beneficiar da retomada da atividade econômica (ainda gradual), taxas de juros em patamares baixos, e um ambiente mais propício ao aumento de eficiência. Devemos observar também a queda do custo do serviço da dívida – frente ao ano anterior – além da elevação da utilização da capacidade instalada nesses últimos meses. Seguem abaixo nossas expectativas para os resultados do 3º tri.

Setores •

Aéreas



Concessão & Logística



Elétrico



Papel & Celulose



Alimentos & Bebidas



Construção Civil



Mineração & Siderurgia



Petróleo & Gás



Bancos



Educação



Proteína Animal



Varejo

Calendário de Resultados Empresa

Data

Empresa

Data

Empresa

Data

Empresa

Data

Camil

09/10/2018

Telefônica Brasil

30/10/2018

CSN

06/11/2018

Cyrela

08/11/2018

Fibria

24/10/2018

Cielo

30/10/2018

Iguatemi

06/11/2018

B3

08/11/2018

Odontoprev

24/10/2018

Ecorodovias

30/10/2018

Banco ABC Brasil

06/11/2018

BRF

08/11/2018

Localiza

24/10/2010

Banco Inter

31/10/2018

Ourofino

06/11/2018

Burger King

08/11/2018

WEG

24/10/2018

Banco Santander

31/10/2018

Braskem

07/11/2018

Copel

08/11/2018

Ambev

25/10/2018

Cia Hering

31/10/2018

Estácio

07/11/2018

Kroton

09/11/2018

Suzano

25/10/2018

Energias do Brasil

31/10/2018

Carrefour

07/11/2018

AES Eletropaulo

09/11/2018

Engie

25/10/2018

Arezzo

31/10/2018

Cosan

08/11/2018

CPFL Energia

12/11/2018

Fleury

25/10/2018

B2W

31/10/2018

Energisa

08/11/2018

Eletrobras

12/11/2018

Lojas Renner

25/10/2018

Banco Bradesco

01/11/2018

Aliansce

08/11/2019

Bradespar

13/11/2018

Usiminas

26/10/2018

Duratex

05/11/2018

CVC

08/11/2018

Banrisul

13/11/2018

Hypera

26/10/2018

AES Tietê

05/11/2018

Hermes Pardini

08/11/2018

CCR

14/11/2018

Embraer

29/10/2018

BB Seguridade

05/11/2018

Comgás

08/11/2018

Copasa

14/11/2018

Klabin

29/10/2018

BrasilAgro

05/11/2018

Construtora Tenda

08/11/2018

Eneva

14/11/2018

Link para acesso ao calendário e estimativas: http://mkt.guideinvestimentos.com.br.s3.amazonaws.com/Resultados/Calendario%20de%20Resultados%20%2 83T18%29.xlsx *Com relação à metodologia: nossa base de análise considera as 100 companhias integrantes no índice IBrX 100. As avaliações (positivo, negativo e neutro) são fundamentadas em nossas recomendações próprias e, por vezes, também consideram as avaliações do mercado como um todo (consenso Bloomebrg).

www.guide.com.br

1

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços Aéreas Esperamos números mais positivos para as aéreas, que devem continuar a se beneficiar da melhora da eficiência operacional. Fator que deve compensar os efeitos mais negativos da valorização do dólar (média de R$ 3,95), e do brent (média de US$ 76) no período. Nossa preferência segue com AZUL4, que se beneficia de uma maior exposição ao segmento internacional (após incertezas no ambiente doméstico). Em suma, para as aéreas, esperamos um aumento na receita de passageiros por assentos quilômetro (PRASK) - visto que a taxa de ocupação continua a aumentar frente ao ano anterior - e menor custo operacional por assento-quilômetro voado (CASK). No 3º tri, para a Azul, espera-se: (i) Receita Líquida de R$ 2456 milhões (+23% A/A); e (ii) Ebitda de R$ 1175 milhões (-6% A/A). Para a Gol espera-se: (i) Receita Líquida de R$ 2909 milhões (+7% A/A); e (ii) Ebitda de R$ 331 milhões (-28% A/A). Com relação a Embraer, vemos um cenário ainda desafiador para a empresa. Para 2S18: (i) Embraer ainda possui um baixo backlog (carteira de pedidos) dos jatos da família E1 para passar pelo período de transição com a entrada em operação do primeiro modelo E2; (ii) o mercado deve se manter estável nos segmentos de Aviação Executiva e de Defesa & Segurança; (iii) concorrência mais acirrada após parceria entre Bombardier e Airbus; (iv) preços ainda voláteis do petróleo. A valorização do dólar, entretanto, pode beneficiar os números da Cia. Para o 3º tri, espera-se um crescimento da RL de 33% A/A e um avanço do Ebitda de 4% A/A.

Ticker

AZUL4

EMBR3

GOLL4

Preço Atual

R$ 26,53

R$ 18,96

R$ 13,30

Preço Alvo

R$ 34,26

R$ 22,87

R$ 15,22

38

80

55

Dividend Yield

0,4%

2,1%

-

Preço /Valor Patrimonial

11,6x

0,9x

-

Preço / Lucro

13,6x

17,2x

-

EV/Ebitda

6,9x

6,2x

6,1x

Dívida Líquida/Ebitda

1,3x

1,9x

3,4x

Volume Médio (R$ MM)

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Azul (AZUL4) Destaque Negativo: -

Alimentos & Bebidas Esperamos sinais mais animadores neste 3º tri de 2018. Do lado positivo, PCAR4 deve continuar a se beneficiar da melhora em relação ao fluxo de cliente e ganhos de Market Share. O segmento Alimentar (em especial, os números do Assaí) devem continuar a puxar os números da companhia. Espera-se um crescimento de 22% A/A no Ebitda. ABEV3 também deve mostrar uma recuperação operacional mais acelerada neste último trimestre. Esperamos volumes maiores, e custos com impactos limitados. A expectativa é de uma alta de 8% A/A na RL e crescimento de 13% A/A na geração de caixa operacional de ABEV3. Por outro lado, o aumento nos preços do trigo e maiores despesas de comercialização e logística de MDIA3 devem levar a empresa a um desempenho mais fraco neste 3º tri. Estima-se uma queda de 21% A/A na RL e baixa de 2% A/A no Ebitda, com margens também pressionadas (-3,7 p.p. A/A). Além disso, a base de comparação da M Dias Branco não contribui.

Ticker

ABEV3

MDIA3

PCAR4

Preço Atual

R$ 17,20

R$ 44,22

R$ 80,97

Preço Alvo

R$ 97,39

R$ 21,24

R$ 50,43

Volume Médio (R$ MM)

308

24

106

Dividend Yield

4,8%

1,3%

1,9%

Preço /Valor Patrimonial

5,2x

2,8x

2,0x

Preço / Lucro

19,2x

17,4x

19,5x

EV/Ebitda

11,1x

13,3x

9,2x

Dívida Líquida/Ebitda

-0,3x

0,9x

1,1x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Pão de Açúcar (PCAR4) Destaque Negativo: M Dias Branco (MDIA3)

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

www.guide.com.br

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços Bancos A expectativa é ainda de: (i) uma maior redução das despesas com PDD; (ii) estabilidade dos níveis de inadimplência; e (iii) continuidade da recuperação da carteira de crédito. Santander, em especial, deve continuar a surpreender de forma positiva o mercado com uma melhora na qualidade da carteira de crédito e melhora da eficiência operacional. Algo que deve impulsionar sua rentabilidade e margens nesse 3º tri. Espera-se um crescimento de 25,27% A/A no lucro líquido de Santander, atingindo R$ 2952 milhões. Para Bradesco, a expectativa também é de uma forte alta do lucro líquido (+75,46% A/A, atingindo R$ 5278); e Itaú deve reportar um avanço de 10,70% A/A no lucro líquido, atingindo R$ 6625 milhões, impulsionado pela: (i) maior margem financeira com clientes - reflexo dos aumentos nos volumes de produtos varejos com maiores spreads no período; e (ii) do maior ganho com prestação de serviços. O menor custo do crédito, em linha com a melhora da qualidade da carteira de crédito, também deve beneficiar os números de ITUB4. Para BBAS3, a expectativa é de melhora de rentabilidade e crescimento de 16,83% A/A no lucro líquido, refletindo o aumento da recuperação de crédito no período, redução das despesas de provisão de crédito, e crescimento das rendas de tarifas.

Ticker

BBAS3

BBDC4

ITUB4

SANB11

Preço Atual

R$ 37,35 R$ 32,12 R$ 48,07 R$ 39,74

Preço Alvo

R$ 41,99 R$ 36,89 R$ 50,76 R$ 36,95

Volume Médio (R$ MM) Dividend Yield

406 5,0%

427 4,4%

622 5,8%

65 4,9%

Preço /Valor Patrimonial

1,0x

1,9x

2,4x

-

Preço / Lucro EV/Ebitda Dívida Líquida/Ebitda

7,1x -

9,3x -

10,9x -

11,8x -

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Bradesco (BBDC4) Santander (SANB11) Destaque Negativo: -

Construção Civil O segmento de baixa renda provavelmente continuará a superar o desempenho dos demais segmentos de renda, em meio ao programa MCMV mais sustentável e ao maior equilíbrio entre a oferta e a demanda, em nossa opinião. O forte número de lançamentos, avanço expressivo nas vendas líquidas e queda nos distratos são triggers que sustentam nossa expectativa. Para Tenda, a expectativa é de crescimento de 17% A/A na RL; e 91% A/A do Ebitda. Já MRV deverá reportar um avanço de 8% A/A na RL; e 13% no Ebitda, mesmo com números operacionais do 3º tri abaixo do esperado pelo mercado. Em linha gerais, esperamos fortes números de lançamentos (em linha com o plano de expansão de ambas as cias), melhora da gestão de custos e continuidade na tendência de queda dos distratos. Para os players de média/alta renda (leia-se Cyrela, Eztec, Helbor, entre outras), os esforços seguem concentrados nas vendas de unidades em estoques. O objetivo destes players permanece com foco em reduzir o impacto negativo dos elevados níveis de distratos, algo que continua a pressionar margens e rentabilidade destas construtoras. Vale notar: o alto nível de descontos das vendas também não favorecem as margens destes players.

Ticker

CYRE3

EZTC3

MRVE3

TEND3

Preço Atual

R$ 12,90

R$ 19,45

R$ 12,77

R$ 28,80

Preço Alvo

R$ 15,58

R$ 22,23

R$ 17,91

R$ 33,67

Vol. Méd (R$ MM) Dividend Yield

30

8

36

15

8,9%

3,7%

6,4%

7,3%

Preço /Valor P.

0,9x

1,3x

1,0x

1,2x

Preço / Lucro

17,7x

18,3x

6,8x

7,5x

EV/Ebitda

12,4x

23,7x

6,1x

4,9x

Dív. Líq./Ebitda

27,3x

-1,6x

0,6x

-1,4x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Tenda (TEND3) Destaque negativo: Even (EVEN3)

www.guide.com.br

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços Concessão & Logística Esperamos números mais fortes para CCRO3 e ECOR3 nesse 3º tri, dada a continuidade da recuperação do setor de rodovias pedagiadas do Brasil, e novos projetos adquiridos de ambas as companhias no início do ano. É neste contexto que tanto Ecorodovias como CCR devem continuar a registrar avanços em suas margens. Para CCR, espera-se um crescimento de 15% A/A no Ebitda Ajustado. Já Ecorodovias deve reportar uma queda de -11% A/A na RL, mas avanço de 9% A/A do Ebitda Ajustado. Esse crescimento sustentável de tráfego de veículos devem impulsionar a geração de caixa operacional das empresas do setor. Vale destacar também os números para Rumo, onde se espera um crescimento de 2,6 p.p. A/A em sua margem, diante da expectativa de crescimento do volume transportado e ganhos de eficiência em sua operação (em especial, de consumo de combustível e gerenciamento de sua malha ferroviária). O resultado deverá reforçar a estratégia da Companhia de alavancagem operacional e diluição de seus custos fixos.

Ticker

CCRO3

ECOR3

RAIL3

Preço Atual

R$ 9,93

R$ 8,02

R$ 15,30

Preço Alvo

R$ 13,68

R$ 10,59

R$ 18,20

72

27

92

7,4%

6,3%

0,6%

Preço /Valor Patrimonial

2,2x

7,2x

3,1x

Preço / Lucro

10,3x

8,5x

36,1x

EV/Ebitda

5,7x

4,4x

8,9x

Dívida Líquida/Ebitda

3,0x

2,8x

2,7x

Volume Médio (R$ MM) Dividend Yield

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Ecorodovias (ECOR3) Rumo (RAIL3) Destaque Negativo: -

Educação Não esperamos grandes impactos nos resultados das empresas de educação neste 3º tri, exceto pelo processo de expansão da Estácio. ESTC3 segue se beneficiando das melhoras nas taxas de retenção de alunos, nos preços médios e no gerenciamento de custos. O baixo impacto no PDD também tem impulsionado a geração de caixa operacional. Permanecemos otimistas com o resultado da companhia, que deve reportar avanços das margens e melhora da rentabilidade, em meio ao reposicionamento dos preços e a eficiência de custos. Esperamos uma margem Ebitda de 20% A/A de ESTC3. Para KROT3, a expectativa é de estabilidade de sua RL e Ebitda A/A. Na outra ponta, Ser Educacional apresenta um diminuição de 4% A/A em seu Ebitda e redução de 2 p.p em sua margem Ebitda, devido à concorrência com outros grupos no norte e nordeste, e desafios dos financiamentos estudantis nesse setor.

Ticker

ESTC3

KROT3

Preço Atual

R$ 23,25

R$ 11,34

Preço Alvo

R$ 36,81

R$ 14,91

Volume Médio (R$ MM)

81

92

Dividend Yield

3,8%

3,9%

Preço /Valor Patrimonial

2,3x

1,2x

Preço / Lucro

8,1x

9,6x

EV/Ebitda

6,3x

7,8x

Dívida Líquida/Ebitda

0,0x

-0,5x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Estácio (ESTC3) Destaque Negativo: Ser Educacional (SEER3)

www.guide.com.br

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços Elétrico No setor, esperamos uma reação positiva aos papéis ligados às transmissoras. Isto porque o segmento não é exposto aos efeitos negativos das despesas com energia comprada, reflexo do risco hídrico que se encontra o país, que tem efeito direto no preço de energia no mercado Spot. Neste contexto, a Taesa é a empresa que deve reportar números mais sólidos no 3º tri. Esperamos um aumento do fluxo de caixa da Cia, reportando avanços de margens (+61 p.p. A/A) e acelerado crescimento dos lucros (+107% A/A lucro líquido).

Ticker Preço Atual Preço Alvo Volume Médio (R$ MM) Dividend Yield Preço /Valor Patrimonial Preço / Lucro EV/Ebitda Dívida Líquida/Ebitda

TAEE11 R$ 21,20 R$ 23,74 39 9,6% 1,7x 9,5x 9,1x 3,4x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Taesa (TAEE11) Destaque Negativo: -

Mineração & Siderurgia A Vale deve ser o destaque do período, que segue focada na maximização de suas margens e bem posicionada para gerenciar a produção e suas vendas de minério de baixa e/ou alta qualidade, de acordo com a demanda do mercado. Esperamos um crescimento de 31%A/A da RL e também Ebitda, impulsionado pelos volumes de vendas de Minerais Ferrosos e Metais Básicos, além dos maiores preços de venda de ferrosos no período. VALE3 deve ter impacto positivo dos melhores prêmios pagos devido ao ramp up de S11D, e custos melhores. Em relação à CSN, esperamos um aumento no volume total vendido, principalmente impactado pelas vendas no Mercado Interno. Espera-se uma melhora no mix de produtos, se beneficiando também dos maiores preços realizados no período. Esperamos um crescimento de 7% A/A na RL e 35% A/A no Ebitda. Com relação à Usiminas, os volumes de aço vendido devem vir estáveis. As margens, entretanto, devem avançar 6 p.p. A/A, diante da melhora do mix de produtos e aumento de preços no período. Já para a Gerdau, esperamos melhoras em todas as suas operações, em meio à expectativa de maiores volumes vendidos e melhores preços realizados. Os custos podem ser impactados pelos aumentos dos preços de matéria-prima, mas devem ser compensando pela maior eficiência da companhia. Esperamos um crescimento de 31% A/A na RL; e 27% A/A no Ebitda.

Ticker CSNA3 GGBR4 USIM5 VALE3 Preço Atual R$ 9,33 R$ 15,55 R$ 9,27 R$ 55,89 Preço Alvo R$ 9,81 R$ 20,16 R$ 12,40 R$ 66,30 Volume Médio (R$ MM) 78 179 129 888 Dividend Yield 1,3% 2,4% 1,6% 5,6% Preço /Valor Pat. 1,8x 1,0x 0,8x 1,8x Preço / Lucro 8,3x 10,9x 11,8x 9,9x EV/Ebitda 7,0x 6,2x 6,8x 5,6x Dívida Líquida/Ebitda 3,6x 4,3x 2,7x 0,9x Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Vale (VALE3) Destaque negativo: -

www.guide.com.br

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços Papel & Celulose Fibria e Suzano devem continuar a se beneficiar da demanda forte e saudável (em especial, pelos chineses), paradas programadas para algumas fábricas globais, e valorização do dólar frente ao ano anterior. Para SUZB3, espera-se um crescimento de 33% da RL; e avanço de 54% no Ebitda. As despesas relacionadas à transação da Fibria, entretanto, podem ofuscar o resultado. Já Fibria deve se beneficiar da continuidade do ciclo mais favorável da operação da planta Horizonte II, propiciando um aumento significativo no fluxo de caixa da companhia, e consequentemente, redução de sua alavancagem financeira neste 3º tri. Para a Klabin, os resultados também devem vir fortes, reflexo da conclusão do ramp up da operação Puma, que segue impulsionando volumes, reduzindo custos fixos e, consequentemente, avançando margens. Contudo, sua alavancagem financeira ainda é motivo de cautela para os papéis de KLBN11.

Ticker

FIBR3

KLBN11

SUZB3

Preço Atual

R$ 72,40

R$ 17,94

R$ 41,91

Preço Alvo

R$ 74,44

R$ 25,70

R$ 57,22

Volume Médio (R$ MM)

140

62

230

Dividend Yield

2,1%

4,4%

1,7%

Preço /Valor Patrimonial

2,7x

-

4,3x

Preço / Lucro

9,2x

12,2x

12,5x

EV/Ebitda

5,7x

8,0x

6,3x

Dívida Líquida/Ebitda

1,9x

4,3x

1,7x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Suzano (SUZB3) Destaque Negativo: -

Petróleo & Gás Seguimos otimistas com PETR4, em meio a melhora operacional da companhia, com ganhos de eficiência e produtividade, além da contínua desalavancagem financeira. Para o 3º tri, esperamos que PETR4 continua a se beneficiar dos preços mais altos do petróleo no 3T18 (a média do Brent foi ~ US$ 76/barril no 3T18 vs. 52 US$ /barril no 3T17) e real mais desvalorizado (real/dólar médio próximo de ~ R$ 3,9 no 3T18 vs. ~ R$ 3,2 no 3T17). Esperamos, portanto, uma geração de caixa operacional mais forte no período (+59% A/A Ebitda) e avanço de margem Ebitda (+6,6 p.p. A/A). Para CGAS5, o forte aumento do preço do petróleo e do dólar podem continuar a pressionar a margem da cia. Entretanto, os melhores volumes no trimestre e o reajuste de tarifas, devem compensar tais efeitos negativos. Com relação a BRKM5, o management deve prosseguir com a estratégia de garantir eficiência operacional e maior geração de caixa operacional.

Ticker

CGAS5

PETR4

Preço Atual

R$ 51,95

R$ 26,05

Preço Alvo

R$ 60,99

R$ 25,45

4

1.395

Dividend Yield

7,9%

3,3%

Preço /Valor Patrimonial

3,0x

-

Volume Médio (R$ MM)

Preço / Lucro

-

6,6x

EV/Ebitda

6,3x

4,2x

Dívida Líquida/Ebitda

1,9x

3,4x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: Petrobrás (PETR4) Destaque negativo: -

www.guide.com.br

Flash Empresas Research

3º Trimestre 2018 - Balanços Proteina Animal A indústria de proteína animal foi impactada negativamente no 1S18 pelos embargos da Ásia e da Europa, além das políticas protecionistas dos chineses. O excesso de oferta de carne suína e de frango no mercado doméstico continua a pressionar os preços médios dos alimentos de proteína animal. Portanto, podemos ver a continuidade de spreads menores e pressão nas margens neste 3T18, em especial para BRFS3. A expectativa é de um um aumento de 7% A/A na RL; e baixa de 50% A/A no Ebitda Ajustado. Alavancagem financeira segue como destaque negativo. A JBS, no entanto, se beneficia de uma demanda ainda aquecida, além dos níveis de custos mais controlados, na JBS USA Beef. Esse fator deve compensar o quadro mais desafiador para o Brasil. Espera-se um aumento de 20% A/A na RL; e crescimento de 66% A/A no Ebitda Ajustado. Para a Marfrig, o cenário também é mais positivo. A companhia deve se beneficiar dos maiores volumes, devido ao aumento de capacidade, combinada com um quadro favorável para as exportações. Espera-se um avanço de 59% A/A na RL; e crescimento de 42% A/A no Ebitda. Já Minerva, a receita deve seguir a tendência positiva observada no 2S17, devido à integração dos novos ativos e ao aumento de capacidade no Brasil. No entanto, o cenário mais desafiador de excesso de oferta na indústria de proteína animal e a ainda fraca demanda de carne bovina no mercado doméstico devem prejudicar os spreads. Os custos maiores relacionados ao processo de integração, também devem continuar a pressionar margens no trimestre. Esperamos uma margem EBITDA próxima a 9,6%, superior aos 9,1% registrados no 3T17.

Ticker

BEEF3

BRFS3

JBSS3

MRFG3

Preço Atual R$ 5,22 R$ 20,54 R$ 8,92 R$ 5,69 Preço Alvo R$ 10,65 R$ 29,03 R$ 11,75 R$ 7,70 Volume Médio (R$ MM) 12 128 89 28 Dividend Yield 2,4% 0,4% 6,3% 1,2% Preço /Valor Pat. 1,8x 0,9x 5,6x Preço / Lucro 7,2x 6,9x 19,2x EV/Ebitda 5,6x 10,2x 5,2x 6,9x Dívida Líquida/Ebitda 10,4x 7,8x 4,2x 14,3x Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: JBS (JBSS3) Destaque Negativo: BRF (BRFS3)

Varejo O cenário “macro” seguiu a mesma tendência do 2T18, diante de uma taxa de juros e inflação em patamares controlados, e mercado de trabalho ainda em fraca recuperação. É neste contexto, que não esperamos um 3º tri com mudanças relevantes no setor. Destaque positivo para Natura, que deve continuar a mostrar uma melhora de rentabilidade no 3º tri. NATU3 segue se beneficiando do crescimento no Brasil, e vem mostrando ritmo de expansão acelerado na América Latina. A The Body Shop também deve continuar a contribuir para o desempenho mais forte da Natura. Por outro lado, câmbio e alguns eventos pontuais (paralizações de maio) podem ainda impactar seus números no 2S18. Espera-se crescimento de 28,54% A/A na RL; e alta de 5,87% A/A no Ebitda. Já Lojas Renner, acreditamos que a cia deverá ter impacto limitado de sua expansão de vendas, mas, deve vir ainda positivo. Esperamos uma RL de R$ 1868 milhões (6,96% A/A). No varejo eletrônico, destaque para Magazine Luiza que deve apresentar continuidade no crescimento nos volumes de vendas -- em meio a estratégia e gestão do segmento eCommerce (e marketplace) -- e com forte geração de caixa no trimestre. Espera-se crescimento de 22,6% A/A na RL; e 13,9% A/A no Ebitda Ajustado.

Ticker Preço Atual Preço Alvo Volume Médio (R$ MM) Dividend Yield Preço /Valor Patrimonial Preço / Lucro EV/Ebitda Dívida Líquida/Ebitda

LREN3 R$ 35,00 R$ 37,14 109 1,7% 23,6x 13,7x 0,7x

MGLU3 R$ 143,65 R$ 138,84 217 0,9% 12,4x 18,2x -0,3x

NATU3 R$ 28,16 R$ 37,99 51 2,4% 5,4x 17,0x 8,6x 3,8x

Fonte: Bloomberg; BM&FBovespa. Elaboração: Guide Investimentos

Destaque Positivo: MGLU3 Destaque negativo: -

www.guide.com.br

Flash Empresas Research

CONTATOS Conheça o nosso time de especialista da área de Investimentos.

ALINE SUN Head da area de Investimentos

RENDA VARIÁVEL

RENDA FIXA

[email protected]

[email protected]

Luis Gustavo Pereira – CNPI

Gabriel S. Santos Ricardo Maia Thomaz Telechun da Silva Telles

FUNDOS [email protected]

Erick Scott Hood Leonardo Uram David Rocha Rodrigo Fazzolari

TRADING [email protected]

Luiz Augusto Ceravolo (Guto) Thiago Teixeira Guilherme Vasone

EQUIPE ECONÔMICA SALES [email protected]

[email protected]

Victor Candido de Oliveira Felipe Camano Daccache Lucas Stefanini Julia Carrera Bludeni Rafael Passos Victor Beyruti Guglielmi

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre

www.guide.com.br 9

View more...

Comments

Copyright © 2017 SLIDEX Inc.
SUPPORT SLIDEX